Ateus X Crentes
ola tudo bem?

A Psique Humana!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Psique Humana!

Mensagem por Admin em Dom Nov 19 2017, 23:39



"ser ou não ser , eis a questão!"
Voce se conhece?
Sabe bem quem é? E o que é?
Apesar de animar a si mesmo, auto ignora-se?
Voce é um ser camuflado auto reprimido, ou se sente um ser  reprimido pela sociedade? 
Acha que ja se encontra usando todo o seu potencial latente  ou ainda não possui noção de toda sua capacidade?
Não teme a auto limitação que esta se impondo! Em prol de uma inatividade e falta de animo para uma maior eficiência ? 
Ja sabe que  ações que decorrem da sua vontade constroem o ser voce e não ser  outro?
Então você sente-se feliz  da forma que manifesta sua existência aos outros seres?
Você se aceita ? É tolerante consigo mesmo?
Esta sempre se vendo como  vitima ou herói?
Então vejamos:
Você tenta justificar suas fraquezas as vendo como necessidades ou ironicamente como  virtudes? 
Considera-se uma pessoa solidaria e  prestativa, portanto acha  que as pessoas também possuem obrigação de sempre estarem te ajudando? 
Quando consegue perdoar alguém o qual  julga ter te ofendido, se sente superior?
O verdadeiro perdão consiste no absoluto esquecimento do ato, coisa impossível para a maioria dos seres humanos que ainda se encontram iludidos, guardam todos suas magoas,casos mal resolvidos, frustrações e  contrariedades no inconsciente do seu intimo, então  digamos que por hora você  tenha aceitado  a situação apenas momentaneamente não reagindo  contra o seu ofensor, para não se desgastar e acabar agravando ainda mais a situação  , mas se não for Jesus o cristo, certamente ficará  registrado la nas profundezas do seu ser humano tal agressão  , aguardando apenas para ser regada com futuras ofensas e  aflorar com força total, como se fosse uma bomba apagada pelo tempo  aguardando apenas ser reacendida diante de  novas contrariedades!
Neste aspecto cumpre a psicologia papel de grande importância a humanidade ,  o  de desfazer sua ilusão de bondade  apresentando  " você a você  mesmo", para que  se conhecendo melhor venha conseguir adquirir um auto controle dos impulso negativos gerados por suas  memórias mal  passadas  e  dirigidas e  claro, o mais importante conseguir fazer voce se aceitar depois de ter passado por este susto! 
Porque ser   iludido te faz ser feliz e ignorar ou mascarar suas debilidades na falta de um  caráter mais produtivo  te ajuda a suportar-se?
Você já assumiu seu interesse egoísta ou ainda prefere continuar se iludindo  agir apenas em prol dos outros?

pois bem Jesus ja assumiu que ele mesmo não era bom e voce, ainda esta tentando se iludir com essa grande bobagem humana? 

E perguntou-lhe um dos principais: Bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna?
Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom, senão um, que é Deus.
Lucas 18:18,19

agora veja o que ele diz a respeito dos que se acham bons e cumpridores das suas obrigações:


"Qual de vocês que, tendo um servo que esteja arando ou cuidando das ovelhas, lhe dirá, quando ele chegar do campo: ‘Venha agora e sente-se para comer’?
Pelo contrário, não dirá: ‘Prepare o meu jantar, apronte-se e sirva-me enquanto como e bebo; depois disso você pode comer e beber’?
Será que ele agradecerá ao servo por ter feito o que lhe foi ordenado?
Assim também vocês, quando tiverem feito tudo o que lhes for ordenado, devem dizer: ‘Somos servos inúteis; apenas cumprimos o nosso dever’ ".
Lucas 17:7-10

Esta visão cristã aparenta uma injusta ingratidão, chamando  de inútil alguém que passou  o dia trabalhando duro para  te sustentar?
Só que o trabalhador não é uma vitima que esta sendo escravizada, ele recebe  para cumprir por sua obrigação e como só faz por aquilo que recebe, esta justamente sendo recompensado!
Mas todo aquele que se empenhar em fazer alem do que esta sendo recompensado, este sim pode ser considerado um verdadeiro servo útil.
Conheci uma garota que foi trabalhar como babá ,mas quando o bebê dormia ela ia fazer uma bela faxina na casa,  pois sua natureza era ser ativa!
Pois bem se tivesse agindo assim a espera de alguma recompensa extra (não combinada)e a dna. da casa mesmo percebendo a limpeza da casa não se dispusesse a pagar por algo que não havia  combinado, o ser interesseiro da babá teria da mesma forma sua justa recompensa, o salario combinado e ainda grátis receberia mais a frustração da sua esperança desfeita!
Mas neste caso a patroa ficou muito grata pela limpeza extra e justamente recompensou sua babá por lhe ter servido alem da sua obrigação! eis aí um bom exemplo do que vem a ser um  servo  útil . 
O fato é que não existe nenhuma ação humana sem nenhum tipo de interesse, no caso desta babá se não houve um interesse consciente  de alguma possível recompensa pelo serviço extra, certamente esperava ao menos por um "muito obrigado" como reconhecimento pelo seu esforço! Alem  de sentir se  melhor  trabalhando a ter  que passar algumas horas ociosa!
 
Vamos ver o que Jesus diz a respeito das pessoas que se dizem desapegadas de interesses:

Então Jesus disse ao que o tinha convidado: "Quando você der um banquete ou jantar, não convide seus amigos, irmãos ou parentes, nem seus vizinhos ricos; se o fizer, eles poderão também, por sua vez, convidá-lo, e assim você será recompensado.
Mas, quando der um banquete, convide os pobres, os aleijados, os mancos, e os cegos.
Feliz será você, porque estes não têm como retribuir. A sua recompensa virá na ressurreição dos justos".
Lucas 14:12-14

Pensam que merecem elogios só por amarem os que vos amam? Isso até os maus fazem!
E se fizerem bem somente aos que vo-lo fazem, também será isso coisa tão extraordinária? Até os pecadores procedem assim.
E se emprestarem dinheiro só a quem vos puder pagar a dívida, que bondade há nisso? Até os mais perversos emprestam aos da sua espécie para depois terem tudo de volta.
Amem os vossos inimigos! Tratem-nos bem! Emprestem-lhes! E não se preocupem por eles não vos pagarem, porque, assim a recompensa que receberem do céu será muito grande, e estarão a proceder verdadeiramente como filhos do Altíssimo; porque ele é bondoso também com os ingratos e com os perversos. Sejam compassivos como o vosso Pai é compassivo.
Lucas 6:16-19

Assim é que se voce for um bom cidadão, pai, filho,avô, marido, vizinho  e amigo ainda sim, pode se considerar apenas mais um dos servos inúteis do Sr. dizendo "apenas cumpri com minha obrigação" nada alem disto  ja que  foi recompensado de alguma forma pelos que também vos amam.
Não adianta se enganar achando um abnegado, pois  mesmo dentro do sacrifico dos pais , ainda sim ha la alguma recompensa filial, sim é impossível conviver em sociedade se haver nenhum tipo de troca e acredite que a maior recompensa que podemos receber é uma ingratidão bem aceita! 
Pois este tipo de recompensa é a que mais pode elevar o nosso ego criando uma ilusão de que somos bons!

Então considera-se  herói ou vilão, vitima do acaso ou de  si mesmo?

Não temas nem se tema , pois ser dual e contraditório é o que define bem o ser humano iludido!
Sim, não suportando nosso ser verdadeiro ,construímos nossa Matrix particular  do tipo  "photoshop" que nos deixa  mais bonitos, dentro deste nosso mundo da imaginação virtual nos vemos como heróis, sempre virtuosos e no máximo vitimas da situação.
Mas por que um ser humano comum é tão importante quanto um gênio benfeitor da humanidade?
Sem a simplicidade das " Dnas. Marias" não haveria sido despertada  luz a genialidade de Jesus, Einstein,Davincci, Darwin, Thomas Edison, Santos Dumont!
Então por que deveríamos dar maior importância aos gênios do que aos seus professores primários? 
Digamos que no fim do planeta Terra para embarca no projeto " A arca espacial" o preço da passagem será: "o que você tem a oferecer para o universo" ?
Voce é o universo ! pois se todos deixarem de existir não haverá um universo de nadas!
A genialidade não é o mais importante, nem esta acima da simplicidade das formas primitivas que as compõem , o individuo não é mais do que  uma  união de seres simples que o compõe, o que é o corpo humano se não uma reunião de "N" células vivas?
Sim o "eu sou " não passa de uma ilusão mais verdadeiro dizer "nós somos" !


                                                         

Sim milhares de micro seres compõe nosso corpo enquanto seres humanos somos seres duais, nossa vontade é um ser que possui vida própria, ela é um cavaleiro montado em nosso corpo tentando domina-lo, mas o nosso corpo também possui vida e vontade própria!
Eis aí a  guerra humana  tentando   dominar a si mesmo o bem x mal - "consciência x matéria", hora o cavaleiro consegue impor sua vontade sobre o seu corpo , horas é o corpo que consegue impor sua vontade sobre seu cavaleiro.
Pior  castigo para os cavaleiros que têm como meio de transporte  um burro selvagem bravo e  teimoso  , enquanto não aprender a doma-lo será domado por ele! Ou deixará ser guiado por ele ao caminhos mais longos , tortuosos e os mais penosos.
Ai de mim que ja conheço bem esta ilusão da vida e ainda assim mesmo continuo a me deixar  ser guiado pela ignorância do  meu corpo burro, sou como o traidor de Matrix,  o do pior tipo "o que trai a  si mesmo" todos os dias a cada pensamento que idolatra o seu ego! 
 


Aquele que ja conseguiu discernir a ilusão da realidade, mas que ainda prefere manter-se auto iludido aos prazeres efêmeros.
Vê  o prazer que ele sente em comer outro ser vivo? No mundo virtual Matrix em que ele vive é  falso pura ilusão da mente, o mais triste é que ele ja sabe disto, mas optou por continuar vivendo esta ilusão e por que?
Porque sua vida real não consegue satisfazer seus desejos ilusórios a busca do eterno prazer, ao preço do sofrimento alheio.
De certa forma todos nós ao criarmos nosso ser virtual "herói de nós mesmos", estamos tentando matar  o nosso ser real o qual auto rejeitamos, claro que não podendo sair de nós mesmo, sem apelarmos para ausência de uma realidade que nos desagrada ao preço de uma demência, o mais comum é continuar nos iludindo, sermos  sempre heróis do que vilões, assim é segundo a Keel Smith:

"Era uma vez..que to dia dia era bom dava para ser herói ao mesmo tempo que escolhíamos  ser vilões "




Mas observando a frase escrita la no personagem de Matrix: " Ignorância é uma benção!"

vejamos o que este autor diz:

https://www.facebook.com/desligandoamatrix/photos/a.163969130418671.39208.163920543756863/199049976910586/?type=3

Desligando a Matrix
20 de maio de 2013 · 


VOCE É UM CYPHER?
O personagem Cypher (interpretado por Joe Pantoliano) – que trai o grupo oferecendo informações sobre Morfeu ao Agente Smith, pode ser comparado à diversos esteriotipos interessantes.
A Ignorância voluntária não é felicidade, é a escravidão, que termina em destruição.
CYPHER - O ESPIAO
Ele é chamado pelo Agente de Sr. Reagan (mesmo nome de um ex-presidente dos EUA que governou entre os anos de 1981 e 1989). Por que o personagem em questão leva o seu nome? Ronald Reagan – além de presidir os Estados Unidos nos anos 80 – foi ator de Hollywood nos anos 50. Considerado pela crítica como um grande canastrão, Reagan presidiu o sindicato dos atores na época da perseguição aos comunistas pelo macarthismo (após a Segunda Guerra Mundial). Ele serviu como informante do FBI onde recebeu o codinome de T-10 e, mais de uma vez, declarou que era necessário varrer da comunidade cinematográfica os suspeitos de ligação ou simpatia com o comunismo. Sua “colaboração” teve como contrapartida colocá-lo em evidencia na mídia e viabilizar convites para papéis mais interessantes no cinema. É por isso que Smith dá o nome ao personagem, para caracterizá-lo como alguém que, fazendo parte de um grupo, se dispõe a delatar pessoas em troca de uma situação mais confortável para si.
A personagem diz que a “ignorância é maravilhosa” e, posteriormente, que está “cansado desta guerra, cansado de lutar, cansado deste barco”. Reflita sobre isso e responda. Por que “remar contra a maré”, ou seja, manter-se no mundo real, é tão difícil? Em nosso cotidiano nos acostumamos com crenças que se tornam difíceis de abandonar. Em geral, estas crenças tornam a vida mais fácil e confortável, por isso, muitas vezes, mesmo alertados da existência do real, não conseguimos deixar de lado as crenças costumeiras (senso comum) e mergulhar na realidade (conhecimento real).

CYPHER - O JUDAS ISCARIOTIS
Cypher representa a "semente" que foi perdido para as dificuldades e provações; Cypher pode representar um tipo de "Judas", um traidor, um falso cristão, ou um chamado "cristão carnal" que entroniza o egoísmo ao bem-estar dos outros.
Quando Cypher come a carne ‘vermelha’ ele esta alusivamente optando pela pilula da realidade carnal.
Vemos a reunião de Cypher com o Agente Smith, a criação de condições de traição por um vinho e um bife Pegue fortemente as metáforas da carne, a natureza carnal do homem. Um provérbio diz: "Quando você se senta para jantar com uma pessoa reta, considere cuidadosamente o que está diante de ti; E põe uma faca à tua garganta, se és homem de grande apetite, não desejo seus manjares, pois é comida enganadora. " (Provérbios 23:01). Em outras palavras, um rei (como Satanás, como príncipe do mundo ou o Agente Smith o "príncipe" da Matrix), muitas vezes, usara iguarias para influenciar um bom homem para o mal.
Cypher ignora esses avisos e empanturra-se com carnes e vinhos do agente. O carne é também sangrenta, mal passada - um prenúncio do sangue que será derramado pelas traições da Cypher. O surreal restaurante é sugestivo de encantamento, o engano do inimigo para acalmar o cristão em complacência. Cypher diz: "A ignorância é uma bênção." Mesmo porque ele sabe que o "bife não existe", ele ainda prefere a falsidade da Matrix para a verdade do mundo real.
O caráter traidor é chamado Cypher, uma brincadeira com a palavra "cifra". No dicionário, alguns significados interessantes de 'cifra' são 'zero' e 'aquele que é sem valor'. Cypher demonstra que ele é, de fato, sem valor, ele é um assassino egoísta. Jesus disse sobre Judas " que seria melhor para ele se ele nunca tivesse nascido" (Marcos 14:20) - em outras palavras, melhor a zero.
Desde o início, Cypher não acredita em Neo! Mesmo quando o filme começa, Cypher diz: "Vamos matá-lo, você entende isso?" Cypher também expressa sua atitude cínica quando Neo está tentando pular de torre para torre na simulação de treinamento, os dialogos entre Cypher a Neo sozinhos na noite, ele diz, "Na verdade, eu estive pensando nisto [a opção pílula azul] desde que eu cheguei aqui [o que significa que Cypher nunca fez-se apreciar a pílula vermelha]." Até mesmo as últimas palavras de Cypher são "Não. Eu não acredito nisso."
A falta de fé é mortal, é uma garantia de auto-destruição. Quando Neo caminha até ele, Cypher tem medo. Cypher, em seguida, desliga alguns dos monitores. O medo é o oposto da fé. Cypher também mostra decepção por desligar os monitores, onde um justo não teria nada a esconder. Padrões constantes de medo ou segredo indicar que alguém não está andando na verdade, mas no pecado. 
Neo pede Cypher: "Você sempre olha para [Matrix] codificada?" 
Cypher responde: "Bem, vejo como você a ve."
Não é verdade, Cypher. Neo vê a Matrix como ela realmente é, como no final do filme, no corredor. Ele entende o código. Como Cypher, é um descrente ele nunca ganhara olhos espirituais. "A menos que um homem nascer de novo, não pode ver ..." (João 3:3). O Espírito de Deus dá entendimento para o crente, mas as coisas ainda permanecem um mistério para o incrédulo.
Cypher pergunta a Neo se ele quer uma bebida. Vemos Cypher bebendo de um grande jarro. A pessoa pecadora, muitas vezes, tentam seduzir um verdadeiro cristão de sua devoção. Cypher não estava bebendo de um copo, mas de um grande jarro, indicando embriaguez evidente e falta de auto-controle.
Cypher quer ser rico na Matrix. Cypher escolhe as riquezas temporárias do mundo caído, uma armadilha para a humanidade. Deus disse a um homem rico míope: "Insensato! Esta noite, a sua vida é exigido de você, e agora que será o dono o que você preparou para si mesmo?" (Lucas 12:20). Cypher também valoriza o dinheiro mais do que a vida das pessoas. Ele é o epítome do egoísmo.
Interessante notar que Cypher/Judas e sua traição são necessários para que Neo/Cristo se eleve como o Predestinado. Se Morfeu não houvesse sido entregue por Cypher, Neo não retornaria a acreditar. É voltando aos perigos da Matrix que Neo enfim pode se experimentar em toda sua potencialidade e cumprir o que profetizara o Oráculo: que ele morreria e que na outra vida seria o Predestinado, como Jesus. Sem a traição de Cypher nada disso poderia ocorrer. Esse é um dos paralelos de Matrix com a mitologia cristã. Aliás, o nome Cypher também lembra Lúcifer.

CYPHER - O SABOTADOR INTERNO
No âmbito psicológico Cypher representa o componente de autossabotagem da psique. Cypher tem medo de arriscar o novo e prefere a segurança do velho, o que provoca estagnação e crise. Ele preferiria não saber o que sabe. O lema desse nosso companheiro interno é: “a ignorância é uma bênção”.
Cypher existe em todos nós, é a força retrógrada em eterno combate com o impulso progressista. De onde pode vir a verdadeira traição senão de dentro de nós mesmos? Isso nos lembra que o grande inimigo a vencer não se encontra lá fora: ele está dentro de cada um de nós e age na escuridão do inconsciente, sem ser percebido, dissimulando-se em nossos medos e bloqueios mais íntimos. Preferimos não encará-lo, é mais cômodo. E assim ele prossegue nos sabotando.
Há sempre um preço a pagar quando insistimos em não olhar para o que nos chama atenção em nós mesmos. O que é rejeitado na psique cresce silencioso e esse é o pior dos inimigos: um dia ele se manifestará e estará tão forte que não haverá como deter sua traição. Por isso os terapeutas insistem na necessidade do autoconhecimento psicológico ele ainda é a melhor prevenção contra os Cyphers da vida.
O sabotador interno sente falta do tempo em que tínhamos menos autoconsciência e, exatamente por isso, menos responsabilidades. Cypher está no poder quando desistimos de lutar e achamos mais cômodo permanecer onde estamos, sem nos comprometer com mudanças pessoais, fingindo esquecer do que realmente devemos fazer em nossas vidas.
Cypher age toda vez que desistimos de lutar por nossos sonhos ou insistimos em padrões de comportamento autodestrutivos. Quer ver Cypher no comando? É só olhar para aquela garota que sempre dá um jeito de estragar seus relacionamentos porque no fundo acha que não merece ser feliz. Ela age de forma a ser rejeitada e quando de fato é rejeitada, confirma para si mesmo sua visão pessimista da vida, maldizendo o amor e culpando as outras pessoas.
Com Cypher no comando há uma tendência para sarcasmos, ressentimentos, ódios encobertos e toda uma gama de sentimentos negativos. Além de não suportarmos ter de prosseguir lutando, também é insuportável ver os outros firmes em seu caminho e realizando seus sonhos. Para o Cypher que existe em nós, o que lhe resta é sabotar tudo o que nosso Morfeu planeja, numa vingança por se achar injustiçado pela vida. Enquanto Cypher não for chamado à conversa franca, não precisaremos de inimigo algum: seguiremos nós mesmos, sem perceber, sabotando nossos planos de felicidade, muitas vezes no último instante.
O exemplo de Cypher serve também para nunca esquecermos que na jornada do autoconhecimento ninguém está livre das tentações. A cada avanço, novos desafios se apresentam. O conhecimento e a experiência adquiridos nos dão poder, sim, mas o poder pode corromper o ego, fechando-nos ao aprendizado. A ampliação da consciência deve prosseguir e, para isso, novos aspectos do ser devem ser integrados.


A verdade liberta, sim, mas a cada nível de liberdade alcançado, um novo nível se apresenta e não podemos nos acomodar pois a tentação de desistir estará sempre presente, feito um diabinho a nos cutucar com seu tridente. 

Feito a picanha suculenta no garfo de Cypher


muito concisa a visão deste autor que faz um paralelo entre A crença cristã x A crença em Matrix um mundo virtual , assim como também nos chama atenção para o universo de crenças que nos encontramos submersos diz ele:
 
Em nosso cotidiano nos acostumamos com crenças que se tornam difíceis de abandonar. Em geral, estas crenças tornam a vida mais fácil e confortável, por isso, muitas vezes, mesmo alertados da existência do real, não conseguimos deixar de lado as crenças costumeiras (senso comum) e mergulhar na realidade (conhecimento real).”
Em outras palavras, um rei (como Satanás, como príncipe do mundo ou o Agente Smith o "príncipe" da Matrix), muitas vezes, usara iguarias para influenciar um bom homem para o mal.
 
A crença  do Cypher em ser uma vitima do universo pode ser verdadeira, pois de onde veio a a vontade e a necessidade de comer carne ? Se não do universo que compõe o homem?
Neste caso o inimigo do homem ( satanás = ignorância , necessidade, vontade , sofrimento e  prazer) segundo o autor são as condições  impostas pela natureza do seu  próprio  universo no contexto ao qual somos  inseridos!


Enquanto Cypher não for chamado à conversa franca, não precisaremos de inimigo algum: seguiremos nós mesmos, sem perceber, sabotando nossos planos de felicidade, muitas vezes no último instante.
 
Neste caso o Cypher esta correto ao afirmar que todos seus diabos ignorância, e desejos  em querer continuar se iludindo, foram colocados neles pelo universo, ou mesmo que não tenho sido inseridos neles ARBITRARIAMENTE , mas apenas tornado disponível para que ele mesmo se abastecesse condenando a si mesmo (como a tentadora arvore do conhecimento plantada no paraíso), agora julgando seu mal ser, evidente que maior a responsabilidade possui aquele que  tornou possível   tais  condições  ERRANTE,  a nossa realidade humana!
Ainda mantendo relacionamento com o paralelo cristão:
Jesus disse: “ que venham os escanda-los (ignorância, miséria humana, sofrimento) porque neste mundo ainda são eles necessários” mas aí daquele que causar tais escanda-los, melhor seria não ter nascido!
Então pergunto :
-  " Qual seria a pena para aquele que tornou  o sofrimento necessário neste mundo?"
-  “ Qual seria a pena para aquele que permite , da condições naturais e torna possível  que isto se realize?”
Sim nascemos em um mundo onde seres são obrigados a devorarem outros seres para permanecerem vivos!
A ironia é colocar a fome, a  vontade de comer, o prazer  e a necessidade  de devorar outro ser vivo, e  depois querer punir  por se  fazer isto! (o ignorante Adão diante da arvore do conhecimento)
Um universo sádico que torna consciente um ser ignorante apenas para poder puni-lo por satisfazer a necessidades que ele universo impôs, só pode tratar-se de uma comédia universal?
De fato só podemos pensar assim somente  se, desprezarmos  a sabedoria cristã que afirma que os escanda-los neste mundo ainda são NECESSÁRIOS, ou seja não se da liberdade e vontade a quem não terá proporcionado recurso e opções para poder  usa-la.
A vontade que motiva ação livre é necessária para podermos  construir  o nosso próprio ser individual!
Claro que ainda limitado aos componentes que nos é oferecido pelo universo, mesmo assim ainda nos é possível auto criação de infinitos seres todos diferenciados e individualizados!
Sim os pais deveriam se orgulhar das suas crianças que aprendem a desenhar seus primitivos rabiscos e garatujas pois eis ai a arte da vida sendo personalizadas pelos seus autores infantis!
Disto resulta que dentro da receita homem, foram colocados: "bem e  mal, conhecimento e ignorância, sofrimento e prazer, Deus e diabo” , pois ao homem foi dado liberdade para se formar e poder para se reformar, conforme a própria vontade e escolhas!
Seu ser  pode ter nascido assim mas, ninguém poderá te obrigar a morrer assim!
Se não esta feliz com o ser você, deseje e mantenha vontade em  ser outro, até que sua vontade se torne real!

Embora muito concisa esta visão do autor deste texto , ela poderia ainda ser mais completa se vista tambem  por um  outro sentido contraditório, ou seja a  mesma  "ignorância que aprisiona  também liberta".
Claro que o milenar  conhecimento humano adquirido a "duras penas"  permitiu livrar-se delas, sim a ciência nos transforma em heróis libertadores  da dor, ao mesmo tempo que tambem nos  transforma em vilões criadores de outras dores!
apesar do sofrimento ser o mesmo independente do grau de sabedoria, o ser que esta mais consciente da sua  dor sofre mais, não pela  dor física que não faz acepção entre sábios e ignorantes “bons ou maus” porque ela é igualmente para todos, a dor do ser mais consciente   será aumentada por  uma dor  ainda  mais cruel, a dor moral só conhecida pelos seres mais conscientes! 
Ou seja a ignorância é sim uma benção para os seres desprovidos de moralidade.
Dai que o conhecimento pode ser nosso herói e vilão ao mesmo tempo, pois ele possui efeitos colaterais indesejados já que  ao mesmo tempo que  proporciona alivio  pode criar  novos e ainda mais perniciosos sofrimentos.
 
“A verdade liberta, sim, mas a cada nível de liberdade alcançado, um novo nível se apresenta e não podemos nos acomodar pois a tentação de desistir estará sempre presente, feito um diabinho a nos cutucar com seu tridente. 
Feito a picanha suculenta no garfo de Cypher” 
e qual a moral disto? Enquanto houver liberdade de escolhas formando o próprio ser humano sempre haverá  o sofrimento , pois liberdade esta atrelada inversamente  proporcional ao nível do conhecimento! Quanto maior o conhecimento menor é a liberdade de escolhas para os seres de maior consciência, eles ficam limitados a uma unica escolha "a que proporcionara sempre o  maior bem comum" .
Tambem o ser de maior consciência sabe que o sofrimento sempre existirá, pois é o preço da liberdade individualizada, ou seja enquanto existir o nosso ser humano,  la também estará nosso amigo inseparável o sofrimento a nos guiar!
disto resulta que se Deus for o maior ser consciente na sua forma pura, não possui liberdade de escolha a não ser em optar sempre a uma  unica opção do maior bem comum.
Disto resulta que ao se ter reduzido a formas mais primitivas as dos seres inconscientes de si mesmos tornou-se livre da sua maior consciência divina, ao evoluir para a forma humana passou a ter menos liberdade e a se preocupar mais com suas escolhas e mas consequência. 
O sofrimento e a dores moralizam nossa consciência humana!

Coisas que fazem o povo pecar sempre as haverá, disse Jesus um dia aos discípulos, mas ai de quem as provocar.Lucas 17:1



A verdade liberta, sim, mas a cada nível de liberdade alcançado, um novo nível se apresenta e não podemos nos acomodar pois a tentação de desistir estará sempre presente, feito um diabinho a nos cutucar com seu tridente. 
Feito a picanha suculenta no garfo de Cypher”
  
Veja la que um mosquito abandona seus ovos deixando seus futuros filhos a própria sorte, e sem nenhum peso na consciência que  não tem vai  a procura exclusiva da própria subsistência.
ja um ser mais evoluído como pássaros, cá se preocupam com a manutenção das suas proles até que elas se tornem autônomas, ja nós seres humanos mais evoluídos nossa preocupação paternal durará  enquanto existirmos!
ou seja ficamos atrelados a nossa maior consciência de sabermos o que significa sermos pais e não simplesmente mosquitos "livres para sair voando"!
Assim é que o mesmo "conhecimento que liberta tambem nos aprisiona" .
Neste mundo tudo e todos estão interligados de forma serem causas e efeitos ao mesmo tempo dentro de ações reações, assim:
 "nada do que foi será de novo do jeito que ja foi um dia...tudo passa..tudo sempre passará... a vida vem em ondas num indo e vindo infinito!"
Tudo e todos estão em constante processo de transformação, dentro deste processo ha sempre uma luta resiliente já perdida do nosso "ser eu" tentando sobreviver imutavelmente, ou seja continuar existir é o interesse  principal que resume todo o sentido da nossa existência.
Mas em vão é lutar contra a irresistível e natural processo de  transformação ao   qual todo ser esta inserido, sim nosso"eus" passados  já não existem mais foram assassinados pela nossa própria vontade em realizar novas escolhas que formataram nosso novo e atual ser presente, que no futuro novamente morrerá diante de novas escolhas e reformatação da consciência criando um novo ser!
É pura ilusão tentar enganar-se acreditar  ser desapegado desse interesse em manter-se confortavelmente vivo!
Querer desapegar de si mesmo para querer apegar-se a outro ser , é trocar seis por meia duzia, um personagem pelo outro?
sim ilude-se quem acredita que esta evoluindo, pois  a evolução é ainda uma ilusão dos que ainda não conseguiram  perceber que somos e estaremos todos sempre iludidos.
A ilusão não acaba nunca apenas muda de endereço e o sofrimento também!
Sua ação possui o poder de dar novas formas ao universo e até a si mesmo, mas não se sinta um deus por isso porque todas as forma são efêmeras, logo o universo que constrói um ignorante ladrão poderá transforma-lo em um sábio, mas qual a importância disto pois  ambos são formas efêmeras?
Claro que um sábio poderá ser visto como uma criança diante de outro maior!  
Então por que o universo iria dar maior importância ao maior em relação ao menor, quando todos são os  interligados que  o compõe?
A ilusão que que figura a Matrix pode e foi vista por varias visões controversas:
Vimos até aqui a visão cristã  comparando os  personagens do filme Matrix com os personagens bíblicos Sr. Neo no papel  do cristo salvador o ILUMINADO desapegado da ilusão material, do   Cypher no papel de judas o traidor egoísta iludido ainda  apegado  a matéria.
Temos ainda  Orfeu o primeiro homem iluminado que conseguiu se libertar da ilusão material Matrix e se fazendo o grande emissário divino, cuja missão é libertar  os que se encontram iludidos, para isso manda seus emissários “divinos” entrarem no falso mundo de Matrix como anjos poderosos a desperta-los!
O profeta Oraculo!
Claro  que não poderíamos deixar de mencionar os verdadeiros criadores  do mundo virtual Matrix cuja função era escravizar transformando seres humanos apenas como forma de fonte de energia elétrica capaz de  alimentar eles,  computadores que se tornaram deuses superando seus mestres e criadores  humanos, ou seja os homens depositaram toda sua fé na própria capacidade de dominar a matéria que acabaram ironicamente sendo escravizados por ela, e literalmente a matéria acabou mesmo sendo o deus da  ilusão humana no mundo virtual da Matrix!
No inicio quando as maquinas passaram ter inteligência artificial superior as da  sua origem humanas ,viram homens apenas como formas de energias eletroquímicas capaz manter-lhes on life, então conectaram seus procesadores a mente deles, inicialmente  os programando para uma vida virtual  prazerosa livre de preocupações e de sofrimentos  acreditando que totalmente satisfeitos neste céu de Matrix viveriam mais como pilhas duracell,mas como o deus bíblico, tambem se arrependeram de ter criados homens sem o necessário sofrimento ao qual Jesus se referiu, porque muito pelo contrario sem nenhuma preocupação, sem nenhum sofrimento os seres humanos  começaram a morrer precocemente.
Então o deus IA foi obrigado a dar o braço a torcer a natureza dando a Cesar o que é de Cesar, no caso devolvendo ao homem o necessário e natural sofrimento de volta ao homem.
Desta comparação o que se tem de moral a ser considerada seria que :
O sofrimento neste mundo ainda é necessário ao homem.
O deus IA e o anjo Orfeu tiveram a mesma origem no caso a humana!
Odeus Ia agia como um demônio oferecendo ilusões materiais aos homens enquanto se alimentava da energia deles!
Somente os seres que se iluminaram conseguiram se libertar do mundo virtual de matrix,mas ao adentrarem ao mundo melhor la perceberam que o sofrimento era ainda mais intenso por terem maior consciência da realidade a qual se encontravam, alem do que passaram a ter ainda maior responsabilidade e comiseração pelos seus irmãos ainda iludidos no mundo virtual de matrix!
Ainda segundo a filósofa Lucia Helena Galvão  há ainda comparação da matrix como mito da caverna segundo Platão:
 

 
ou animação dos Croods
 

 
e segundo o Ateu Valmidenio Barros a matrix é a mais pura ilusão ilógica dos crentes onde conta tal comparação de uma forma brilhantemente ironizada e cômica:
 
https://deusilusao.com/2011/01/01/deus-alice-e-a-matrix-edicao-completa/
 
 
 

Do ponto de vista cético crentes são  iludidos irracionais crendo em coisas improváveis, embora vivam em um mundo material real acreditam em outros mundos imateriais ilógicos portanto ilusórios!
De onde saem os anjos do sr. Orfeu para salva-los os guiando para um mundo mais feliz!


Ja os crentes do mundo imaterial pós vida acha que  os céticos que são os iludidos escravizados pela matéria!
mas a moral do filme é bem clara :
-  iludidos ou não é necessário crer, pois uma  vida sem nenhum proposito se torna  desmotivada!
-  E que quanto maior  for o nivel da  consciência maior sera o sofrimento!
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 1406
Data de inscrição : 14/06/2017

Ver perfil do usuário http://ateusxcrentes.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum